ÚLTIMAS NOTÍCIAS / CELULAR

Celular ainda causa reclamação pelo Norte Pioneiro

Segunda-feira, 09 de dezembro de 2013

Visualizada 446 vezes

Reunião em Cornélio Procópio contou com representantes de toda região


Estar num ponto dentro de uma cidade e não ter sinal de celular. Esta é a situação que vereadores e representantes de Prefeituras de todo o Norte Pioneiro detalharam na última semana durante uma reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvelem Cornélio Procópio.

O evento no Centro de Eventos Arthur Hofig foi organizado pela Associação das Câmaras, Vereadores e Gestores Públicos do Paraná (ACAMPAR) e contou com os gerentes institucionais Cleber Rodrigo (TIM), Katia Glabin (OI) e Luciana Andrade (CLARO).

Para o relator da CPI, deputado estadual Gilberto Martin, é importante este contato com as operadoras e os membros da comunidade. “Fizemos várias audiências nas ruas, através do site da Assembleia e outros canais de comunicação. Enviamos um levantamento e toda a situação para as empresas responsáveis”, afirma o deputado estadual.

O assessor da Comissão Parlamentar de Inquérito, Jeferson Abarde, explica que no Paraná são aproximadamente 2.900 aparelhos habilitados por torre instalada. “É um número muito”, enfatiza.

A empresa Wendy Comunicações conversou com o gerente institucional da TIM no Paraná sobre os problemas enfrentados na Zona Rural dos municípios do Norte Pioneiro. Ele explicou com o leilão da ANATEL do sistema 4G, houve a obrigação da instalação de antenas celulares nos perímetros rurais de todas as cidades do país. “No Paraná a TIM será a responsável. A expectativa é tenhamos efetuado todo o processo até o final de2015”, ressalta.

O vereador de Jacarezinho Fabiano Saad ressaltou durante o evento que alguns bairros de Jacarezinho não há sinal de telefonia móvel. “A Nova Jacarezinho e vários pontos do bairro Aeroporto não tem nenhum sinal de torre. Eles disseram que este problema será resolvido em breve em todo o Paraná”, enfatiza.

A Wendy Comunicações conseguiu o número de torres e aparelhos cadastrados em três cidades do Norte Pioneiro. “Não posso passar de todas”, enfatiza outro funcionário da CPI da Telefonia Móvel que não quis se identificar. Em Tomazina são 8.788 cadastrados com 3 torres (1-OI/1-TIM/1-CLARO) tendo uma média de 2.929 aparelhos

Em Jacarezinho o número se torna maior. São 37.096 aparelhos para seis torres instaladas pela cidade (2-OI/1-CLARO/2-TIM/1-VIVO) para uma média de 6.516. O caso mais preocupante é de Guapirama que são 7.900 aparelhos para apenas uma antena instalada.

Os vereadores de Ribeirão Claro Carlos Henrique Molini, o Kalé, e Marcelo Molini questionaram sobre a situação de um distrito ter o sinal do estado de São Paulo. “É complicado. Pois as pessoas que moram naquela localidade precisam pagar outro tipo de tarifa. Eles falaram que irão estudar o problema e apontar uma solução”, finaliza Kalé.

 

Fonte: Marcos Junior

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: das 07:30h as 11:30h e das 13h as 17:00h